A Marinha dos EUA implantou o ‘Optical Dazzling Interdictor, Navy’, uma nova arma mais conhecida como ODIN. Este dispositivo é defensivo por natureza, foi projetado para derrubar sistemas aéreos não tripulados (UAS) indesejados e potencialmente perigosos, mais comumente chamados de drones. O laser foi instalado no USS Dewey, um destróier de mísseis guiados da classe Arleigh Burke.

As autoridades navais anunciaram a implantação em 20 de fevereiro, explicando que esse sistema defensivo de laser deixou de ser um conceito para um sistema totalmente instalado em cerca de 2,5 anos. É a primeira vez que um sistema autônomo capaz de funcionar como um ‘deslumbrante’ é empregado operacionalmente em um destróier.

O ODIN foi desenvolvido porque as ameaças do UAS ‘aumentaram significativamente’, explica a Marinha. O dazzler a laser foi instalado no destróier em novembro, mas a Marinha dos EUA só revelou sua implantação a partir de fevereiro.

Os detalhes técnicos relacionados ao ODIN não foram revelados publicamente pelo motivo óbvio da necessidade de mantê-los em segredo, se o modo de funcionamento do sistema for revelado, isso poderá permitir o desenvolvimento de novas tecnologias de drones que podem superar o sistema.

O USS Dewey será usado para conduzir operações e experimentos que ajudarão a moldar a futura implantação deste dazzler a laser em outros navios. Esta não é a primeira vez que a Marinha dos EUA detalha sistemas laser de alta potência, no início de maio, por exemplo, oficiais revelaram que a Marinha instalará o sistema laser HELIOS da Lockheed Martin no USS Preble em 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui